Colíder - Sexta-Feira, 25 Set 2020
(66) 9.9680-3949
Colíder News
NetFácil Internet O Seu Portal de Notícias
Hora Certa
Banner Whatsapp O Seu Portal de Notícias

Facebook passa a exibir videoclipes para concorrer com o YouTube

O Facebook anunciou parceria com grandes gravadoras e terá conteúdos exclusivos para concorrer com o YouTube

01 Ago 2020 às 15:29
Darlan Helder l Tecno Blog

Após a conclusão de uma série de acordos, o Facebook confirmou nesta sexta-feira (31) que vai começar a exibir videoclipes em sua plataforma. Para a conclusão do projeto, a empresa fez parceria com grandes gravadoras, como Warner Music Group, Universal Music Group e Sony Music. O anúncio, claro, mira no YouTube, que tem muita influência em clipes musicais.

Os videoclipes publicados poderão ser localizados e assistidos no Facebook Watch. Além disso, as produções estarão visíveis na página oficial dos artistas; os usuários podem reagir e compartilhar o vídeo, ou seja, até aqui, nada muito diferente do que é hoje com outros vídeos postados.

O Facebook entra no setor de forma bem agressiva. Em comunicado, a empresa adianta que, nas próximas semanas, alguns videoclipes já serão disponibilizados no Facebook Watch. Artistas como J. Balvin, Sebastian Yatra, Karol G, Caliber 50 e Alejandro Fernandez devem subir suas novas produções na rede social.

Em parceria com o Facebook, a cantora e influenciadora Lele Pons lançará um clipe ao vivo na plataforma. Sech, cantor de R&B, é outro nome confirmado que irá disponibilizar seu novo videoclipe no Facebook com direito a interação com live e contagem regressiva, antes do lançamento. “Estamos criando novas experiências sociais que são mais do que apenas assistir ao vídeo”, informa o Facebook.

A rede social já tinha autorização para exibir áudios e vídeos curtos de artistas. Com o acordo mais amplo, agora fica viável mostrar imagem e áudio sem restrições. Além das três gravadoras citadas, o Facebook ainda concluiu acordo com a BMG, Kobalt Music Group, Merlin e “outros membros da comunidade musical independente”.

Conforme noticiou a Bloomberg, a publicidade em vídeo costuma ser mais rentável do que outros formatos, e a empresa de Mark Zuckerberg está justamente de olho nesse mercado lucrativo. Ainda é importante notar que, durante a pandemia, o consumo de videoclipes cresceu exponencialmente, lembrou o portal.

Com informações: Facebook The Verge.

Previsão do Tempo - Colíder

°

Máxima: °
Mínima: °

Publicidades

Outros Destaques

Publicidades

campanha Otica Vip
Banner 12 - Laboratório São José
Direitos Reservados |