Colíder - Sábado, 24 Out 2020
(66) 9.9680-3949
Colíder News
Machado Vicentinos O Seu Portal de Notícias
Hora Certa
Arquivo não encontrado O Seu Portal de Notícias

10 principais causas de hemorroida e o que fazer

Geralmente, este problema acontece quando a pessoa faz muito esforço para evacuar, devido à prisão de ventre, de forma repetitiva, que promove o...

17 Out 2020 às 15:35
Tua Saúde
Divulgação

As hemorroidas surgem quando ocorre um aumento da pressão nos vasos sanguíneos em torno do ânus, o que faz com que as veias dilatem e fiquem inchadas e inflamadas, podendo levar à dor e ao sangramento. 

Geralmente, este problema acontece quando a pessoa faz muito esforço para evacuar, devido à prisão de ventre, de forma repetitiva, que promove o estiramento dos tecidos de sustentação desta região. Assim, o esforço para evacuar ao longo da vida e a gestação são os principais fatores do seu desenvolvimento, mas outras possíveis causas são: 

10 principais causas de hemorroida e o que fazer

1. Diarreia crônica 

A diarreia crônica é caracterizada pelo número aumentado de evacuações durante o dia, que duram mais que 4 semanas, ou pela consistência das fezes líquidas. A diarreia crônica pode favorecer à ocorrência de hemorragias, pois causa desconforto e irritação da mucosa anal, favorecendo a dilatação das veias.

O que fazer: O segredo está em regular o intestino. Pessoas que apresentam fezes moles ou diarreia de forma frequente precisam de avaliação médica, porque podem ter doenças como Síndrome do Cólon Irritável, por exemplo. Saiba quais são as causas e como tratar a diarreia crônica

2. Obesidade

As hemorroidas muitas vezes são consequência do peso excessivo e do aumento do volume abdominal. Além disso, os hábitos da pessoa acima do peso, como sedentarismo e alimentação rica em gordura, normalmente levam à diminuição dos movimentos intestinais, causando prisão de ventre e, consequentemente, dificuldade em evacuar.

O que fazer: Chegar ao peso ideal é o mais recomendado, e para isso é recomendado adequar a alimentação, praticar exercícios diariamente, sendo seguido por um endocrinologista e uma equipe de profissionais de saúde, podendo-se, em alguns casos, ser recomendada uma cirurgia bariátrica, por exemplo. 

3. Não evacuar quando se sente vontade

A falta de evacuação pode deixar as fezes mais ressecadas e duras, causando desconforto abdominal e, consequentemente, dificuldade para evacuar, sendo caracterizada a prisão de ventre.

O que fazer: A dica mais importante é evacuar, sempre que sentir necessidade porque esse é o momento mais adequado para evacuar sem ter que fazer muito esforço. 

4. Ficar muito tempo sentado no vaso sanitário

Não é exatamente o fato de ficar muito tempo sentado no vaso sanitário que leva ao aparecimento das hemorroidas, mas sim as características da pessoa. Normalmente quem permanece muito tempo sentado no vaso sanitário precisa fazer mais esforço para evacuar, favorecendo o aparecimento das hemorroidas.

5. Fazer esforço excessivo

Levantar muito peso na academia de ginástica, ou cuidar de idosos acamados, por exemplo, pode levar a um aumento significativo na pressão das veias da região anal, podendo levar ao agravamento das hemorroidas.

O que fazer: Evitar levantar muito peso sempre que possível, mas sempre que tiver que levantar peso, deve-se contrair os músculos do períneo ao mesmo tempo. 

6. Gravidez 

É normal ter hemorroidas na gravidez e normalmente surgem devido ao aumento do peso corporal, aumento da pressão exercida sobre a região pélvica e prisão de ventre, que são alterações fisiológicas muito comuns durante a gestação.

O que fazer: É importante evitar a prisão de ventre, caminhar, beber bastante líquido e evacuar sempre que sentir necessidade. Veja como curar as hemorroidas que surgem na gravidez.

7. Alimentação pobre em fibras

As fibras são importantes para o bom funcionamento do organismo, sendo responsáveis por regular o intestino. Assim, uma alimentação pobre em fibras pode levar à diminuição dos movimentos intestinais e a fezes ressecadas e endurecidas, o que resulta em dor ao evacuar.

O que fazer: A solução para isso é aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras, como os integrais, vegetais folhosos e frutas com casca. Confira mais exemplos de alimentos ricos em fibras.

8. Trabalhar de pé 

Um outro fator importante é o fato da pessoa trabalhar muitas horas de pé, o que favorece a estase vascular em pessoas pré-dispostas.

O que fazer: Uma boa solução para este caso é realizar alongamentos a cada 2 horas. Pode-se também realizar exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico, mantendo a contração do períneo quando estiver de pé. Para realizar essa contração do períneo é recomendado imaginar que está sugando algo com a vagina, por exemplo. Outra indicação é praticar exercícios regularmente, sendo também importante praticar os exercícios de Kegel

9. Idade avançada 

As hemorroidas, apesar de poderem surgir em qualquer idade, são mais frequentes a partir dos 45 anos de idade, porque os tecidos que suportam as veias do reto e ânus enfraquecem e esticam com o envelhecimento. Além disso, uma pessoa que já teve uma crise hemorroidária, tem maiores chances de ter uma nova crise. 

10. Alimentação rica em pimenta ou muito condimentada 

Uma alimentação rica em alimentos picantes ou que é muito condimentada também favorece a inflamação das hemorroidas. Além disso, o consumo exagerado de bebidas alcoólicas também aumenta o risco de desenvolver hemorroida. 

O que fazer: Consumir alimentos apimentados ou muito condimentados de forma esporádica, e durante a crise hemorroidária não consumir esses alimentos. 

Como tratar as hemorroidas

O tratamento das hemorroidas pode ser feito com medidas simples como manutenção de bons hábitos intestinais. Para isso é recomendado o aumento do consumo de fibras e reduzir consumo de massas, aumentar ingestão de água e evacuar sempre que sentir necessidade.

No entanto, algumas medidas caseiras podem ajudar, como banhos de assento com água morna. Alguns remédios analgésicos e anti-inflamatórios, assim como pomadas para hemorroidas, como Proctyl, por exemplo, prescritas pelo médico. Veja como curar as hemorroidas.

Veja ainda algumas opções de tratamentos caseiros:


Artigo: Dr.ª Clarisse Bezerra Médica de Saúde Familiar

Previsão do Tempo - Colíder

°

Máxima: °
Mínima: °

Publicidades

Direitos Reservados |