Colíder - Terça-Feira, 28 Jan 2020
(66) 9.9680-3949
Colíder News
Machado Vicentinos O Seu Portal de Notícias
Hora Certa
Machado Vicentinos O Seu Portal de Notícias

Três pessoas são detidas por GATO em energia, dois são funcionários da Energisa

O delegado destacou que investigadores da Polícia Civil retornavam de uma diligencia realizada no município de Carlinda, quando flagraram três...

13 Dez 2019 às 22:08
Noticia Exata
Três homens com idade de 24, 31 e 32 anos acabaram sendo detidos na madrugada de hoje, sexta-feira (13), pela prática de furto de energia elétrica, duas delas são funcionários da concessionária de energia Energisa, que já vinha monitorando várias denúncias e repassou os casos para a Polícia Civil, que passou a investigar a situação.

Conforme o delegado Vinícius Nazário, que conduz o caso, um dos envolvidos já é conhecido do meio policial pela prática de adulteração e por realizar “gatos” em medidores de energia.

O delegado destacou que investigadores da Polícia Civil retornavam de uma diligencia realizada no município de Carlinda, quando flagraram três pessoas trabalhando após a meia noite em um poste localizado na avenida do setor A.

Os trabalhadores foram abordados e questionados sobre a situação, confirmando a prática de furto de energia, por meio da adulteração do medidor. Dois dos detidos são funcionários da Energisa, que fazia um “chamado” de manutenção, para assim dar a aparência de legalidade no trabalho deles.

“Neste momento, em conluio com o terceiro envolvido que fazia o gato, aproveitavam para fazer o desvio de energia”, disse.

O delegado Vinicius Nazário informou que o caso dos servidores da concessionária pode ser ainda mais complexo, pois pode até se enquadrar como um crime qualificado, pois fazem parte do quadro de servidores da empresa. Os três envolvidos foram autuados em flagrante na Delegacia Municipal.

A Polícia Civil tem informações que o terceiro envolvido, já trabalharia há anos com a prática de desvio de energia, prestando serviço em várias empresas e residências com este tipo de serviço.

Conforme o Delegado, questionado sobre quem seria o beneficiado pelo esquema, o responsável em fazer o gato se manteve em silêncio e não revelou a identidade de quem contratou o serviço.

Assim que identificada, a pessoa que seria beneficiada com o “gato” também deverá ser indiciada. Os três serão encaminhados para audiência de custódia nesta sexta-feira (13) e responderão inquérito por estelionato e formação de quadrilha.

Previsão do Tempo - Colíder

°

Máxima: °
Mínima: °

Publicidades

Direitos Reservados |