Colíder - Terça-Feira, 16 Abr 2024
(66) 9.9680-3949
Colíder News
Peter O Seu Portal de Notícias
Hora Certa
Banner Whatsapp O Seu Portal de Notícias

Telegram anuncia monetização de canais com distribuição de criptomoeda, que dispara 30%

Os proprietários de canais vão começar a receber 50% da receita que o app obtiver com a exibição de anúncios

29 Fev 2024 às 05:11
Onde Investir
A Toncoin (TON), criptomoeda criada pela mesma empresa por trás do Telegram, disparou 30% na manhã desta quarta-feira (28) após o serviço de mensagens anunciar que vai compartilhar receitas publicitárias com os usuários. A distribuição se dará por meio do ativo digital.


O fundador do Telegram, Pavel Durov, disse em uma mensagem transmitida em seu canal oficial que a Telegram Ad Platform (plataforma de publicidade do aplicativo) será aberta oficialmente a todos os anunciantes em quase 100 países em março. Os nomes dos países não foram especificados.

“Os proprietários de canais nesses países começarão a receber 50% de qualquer receita que o Telegram obtiver com a exibição de anúncios em seus canais”, escreveu, mencionando que esses canais geram 1 trilhão de visualizações todos os meses, mas apenas 10% dessas visualizações são monetizadas.

O Telegram já havia aventado planos de compartilhar receitas com determinados proprietários de canais.

Por volta das 10h30, a TON é negociada a US$ 2,69, segundo dados do agregador CoinMarketCap. As demais altcoins e o Bitcoin também operam em alta.

O que é a Toncoin?
A Toncoin é uma criptomoeda que alimenta uma rede blockchain de mesmo nome, criada pelo Telegram em 2018 para o desenvolvimento de aplicações descentralizadas. Na época, o serviço de mensagens conseguiu levantar US$ 1,7 bilhão, por meio de uma Oferta Inicial de Criptomoedas (ICO, na sigla em inglês), para colocar o projeto no mercado.

ACOMPANHE O NOSSO TRABALHO TAMBÉM NAS REDES SOCIAIS;

SIGA A NOSSA PÁGINA DO COLIDERNEWS NO FACEBOOK.

ACOMPANHE NOSSAS MATÉRIAS NO GRUPO DE WHATSAPP.

SAIBA TUDO DO NOSSO SITE NA PAGINA OFICIAL DO TWITTER.

SIGA O COLIDERNEWS TAMBÉM NO INSTAGRAM.

FAÇA PARTE DO NOSSO GRUPO DE NOTÍCIAS NO TELEGRAM.

ENTRE NO NOSSO CANAL COLIDERNEWS DO WHATSAPP.


O Telegram, no entanto, abandonou a rede após a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) processar o app alegando que o token TON era um valor mobiliário. O projeto passou então a ser tocado por desenvolvedores que não são ligados diretamente à empresa.

Em 2020, o Telegram pagou uma multa de US$ 18,5 milhões em acordo com a SEC por violações regulatória na oferta da TON.

Fonte: Lucas Gabriel Marins l Infomoney

Previsão do Tempo - Colíder

°

Máxima: °
Mínima: °

Publicidades

Outros Destaques

Publicidades

Machado
Lanza Tec
Direitos Reservados |