Colíder - Quarta-Feira, 01 Dez 2021
(66) 9.9680-3949
Colíder News
NetFácil Internet O Seu Portal de Notícias
Hora Certa
Casa do Sofa O Seu Portal de Notícias

Cerca de 50 indígenas continuam ocupando sede da Funai

O coordenador Gustavo Freire Borges foi feito refém e sofreu agressões por índios da etnia Kayapó na sexta-feira (19).

22 Nov 2021 às 19:26
G1, MT
Foto: G1,MT

Após protestos para a exoneração do atual coordenador regional da Fundação Nacional do Índio (Funai) em Colíder, a 648 km de Cuiabá, cerca de 50 indígenas continuam ocupando a sede da instituição nesta segunda-feira (22). O coordenador Gustavo Freire Borges foi feito refém e sofreu agressões por índios da etnia Kayapó na sexta-feira (19).


Segundo o ex-coordenador Patxon Metuktire, a orientação da Funai de Brasília é que os servidores parem de atender a aldeia nesta semana. "Só há três servidores técnicos na Funai. Se eles retirarem os que estão aqui, muitos processos em trâmite irão parar de vez, como processos administrativos internos, empenhos de recursos e despachos", afirma.

O g1 ainda tenta falar com representantes da etnia Kayapó. Um vídeo mostra o momento em que Borges é liberado pelos indígenas (veja o vídeo acima).

O atual coordenador regional, Gustavo Freire Borges, de 35 anos, foi feito refém e sofreu agressões por parte de indígenas da etnia Kayapó na sexta-feira (19), na sede da instituição no município. O servidor ficou ferido e recebeu atendimento médico, mas já está em casa.

Aproximadamente 50 indígenas estavam no local, exigindo que Borges fosse exonerado do cargo de coordenador regional.

A Polícia Civil informou que registrou o caso como sequestro por meio de força muscular e arma cortante ou perfurante, e que não houve prisão "tendo em vista a quantidade de indígenas envolvidos e pouco efetivo policial no local". Seriam cerca de 50 indígenas, armados com arco, flecha e outras ferramentas.

Em entrevista à TV Centro América, uma funcionária da Funai em Colíder disse que os indígenas exigem a exoneração de Borges, que assumiu o cargo no lugar de Patxon Metuktire, neto do cacique Raoni. Os kaiapós querem que alguém da etnia deles seja o coordenador regional da Fundação.

Acompanhe o nosso trabalho também nas redes sociais;

Siga a nossa página do Colidernews no Facebook.

Acompanhe nossas matérias no Grupo de WhatsApp.

Saiba tudo do nosso site na pagina oficial do Twitter.

Siga o Colidernews também no Instagram.

Faça parte do nosso grupo de notícias no Telegram.

Junte-se a nós também no Grupo do Colidernews no Signal.

Borges contou aos policiais que conseguiu fugir, por volta das 19h40, espirrando spray de gengibre nos indígenas. Ele chegou a entrar dentro de uma viatura de agentes de trânsito, mas foi retirado pelos kaiapós e agredido com socos, chutes e empurrões, sendo levado de volta à sede da Funai.

Gustavo Freire Borges é indigenista especializado, servidor concursado e ocupa o cargo de coordenador regional desde 2019.

Previsão do Tempo - Colíder

°

Máxima: °
Mínima: °

Publicidades

Direitos Reservados |