Colíder - Quarta-Feira, 01 Dez 2021
(66) 9.9680-3949
Colíder News
Casa do Sofa O Seu Portal de Notícias
Hora Certa
Banner Whatsapp O Seu Portal de Notícias

Professor de Matemática dá dicas para próxima etapa do exame

Na segunda fase, tempo de prova é um pouco menor, iniciando às 12h, horário local, e encerrando às 17h30.

25 Nov 2021 às 05:31
HIPER NOTÍCIAS - MÁRCIA TOMAZ
Foto: Reprodução

No próximo domingo (28), acontece a segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021. Serão 90 questões distribuídas nas áreas de Ciências Exatas e da Natureza. A primeira prova aconteceu no último domingo.


Na segunda etapa do Enem, o  tempo de prova é um pouco menor, o exame será iniciado às 12h, horário local, e encerrada às 17h30. Lembrando que a aplicação das provas segue o horário de Brasília.

O professor de Matemática Gilliard Giovanni Silveira Hortêncio reforça que, neste momento, o melhor a se fazer é revisar os conteúdos já estudados.

“Não vale à pena estudar conteúdos novos, a dica é revisar o que você já estudou, os alunos costumam ficar nervosos e ter dificuldades de estudar às vésperas da provas, buscar coisas novas só aumenta o nervosismos. E você já conhecendo o que estudou vai ter segurança na hora de executa a prova”, recomenda.  

O professor destaca que traçar uma estratégia na hora de executar a prova, definir como irá administrar o tempo e como irá resolver as questões faz a diferença no exame. Uma dica é fazer uma primeira leitura e responder as questões consideras mais fáceis, assim, ganha-se tempo para executar as outras que necessitem de raciocínio lógico e contas.

O professor explica que garantir as questões fáceis é uma estratégia para atender aos critérios de correção das provas pela Teoria de Resposta ao Item (TRI).

"Nós temos questões consideradas fácies, moderadas e difíceis e se você acerta uma questão difícil e erra uma fácil sobre o mesmo conteúdo, o próprio sistema TRI entende que foi um chute, que nem sempre é. O que acontece é que as vezes o estudante passa um tempo fazendo um questão complicada e, depois, não sobra tempo. Aí, ele acaba chutando uma fácil e erra. Ele até poderia ter um domínio do conteúdo, mas o sistema de correção vai ter como chute”, explica.

Pela TRI, a nota não é calculada levando-se em conta somente o número de questões corretas, mas também a coerência das respostas do participante ao conjunto das questões que formam a prova. A TRI estima a dificuldade das questões e avalia o conhecimento dos participantes. Caso um estudante erre todas as questões fáceis e acerte uma difícil, a pontuação dele nessa questão será menor do que a de um estudante que acertou as questões mais fáceis e também a difícil.

Acompanhe o nosso trabalho também nas redes sociais;

Siga a nossa página do Colidernews no Facebook.

Acompanhe nossas matérias no Grupo de WhatsApp.

Saiba tudo do nosso site na pagina oficial do Twitter.

Siga o Colidernews também no Instagram.

Faça parte do nosso grupo de notícias no Telegram.

Junte-se a nós também no Grupo do Colidernews no Signal.


“Se eles garantirem pelo menos as questões fáceis, vão garantir notas boas. Se sobrar tempo faz as complicadas”, cita.

Na reta final, a poucos dias da prova, a recomendação de Hortêncio é que os estudantes descansem. “Mantenha a calma na hora da prova, não fiquem estudando à tarde, durmam cedo e tentem controlar a ansiedade”, finaliza o professor.  

Previsão do Tempo - Colíder

°

Máxima: °
Mínima: °

Publicidades

Direitos Reservados |