Colíder - Sexta-Feira, 01 Jul 2022
(66) 9.9680-3949
Colíder News
NetFácil Internet O Seu Portal de Notícias
Hora Certa
NetFácil Internet O Seu Portal de Notícias

GREVE dos profissionais da Educação do mun. de Colíder completa 16 dias, sem uma proposta decente. (Vídeo)

O prefeito, que tanto falou bem da categoria hoje ignora à classe.

31 Mar 2022 às 20:50
Repórter: Luiz César M. Serpa l Redação Colidernews
Foto e Vídeo: Latino

Somente uma proposta de um pouco mais de 5%, foi a proposta do mandatário, e no primeiro pagamento dos profissionais, o mesmo cortou os pontos (dias parados) durante à GREVE.



A cada dia, que passa os profissionais da educação da rede municipal de Colíder, tem à certeza, que o que o atual prefeito falou e prometeu durante a campanha ficou só na falácia e nada mais.                  E para uma decisão sobre os rumos desta GREVE, que hoje completou 16 dias, os mesmos estiveram mais uma vez reunidos na Escola Municipal Fábio Ribeiro, onde foram discutidas as propostas para dar sequência ou não na greve, uma vez, que os mesmos teriam recebido somente um pouco mais de 5% de reajuste, sendo, que os mesmos lutam, para um reajuste de 33,25%.



E depois desta proposta para a categoria, o Prefeito municipal não realizou nenhuma nova proposta e na última assembleia ficou decidido, que no dia 30 se nada mudasse, os mesmos iriam tomar as dependências da Prefeitura Municipal de Colíder e só sairiam de lá depois que recebessem uma proposta melhor proposta.



E como haviam prometido, os mesmos marcaram presença no paço municipal na manhã de ontem (30), numa forma de estar pressionando o atual prefeito, a se manifestar e olhar com carinho pela categoria, a qual está sendo menosprezada pelo administrador municipal, mas só que eles não contavam, que o prefeito de Colíder, passa mais tempo em Cuiabá, do que despachando em seu gabinete.



E sem nenhuma proposta nova, sendo assim os grevistas, esperam o prefeito para esta sexta-feira (01/04), a novidade desse movimento grevista foi, que alguns vereadores ou quase a totalidade da câmara, que vão estão fazendo a interlocução entre o prefeito e a categoria dos profissionais.



Durante a assembleia, foram debatidos vários temas, onde os profissionais da educação, já estão pensando em realizar “ações sociais” para coletar dinheiro e fazer cestas básicas para auxiliar os profissionais, que não estão conseguindo manter as despesas das suas residências no quesito alimentos.



Ainda falando em dinheiro a prefeitura não pagou os profissionais da educação em sua totalidade, neste início de ano, onde foi descontado os dias de paralisação na folha de pagamento dos profissionais, dificultando ainda mais a vida dos educadores.


Acompanhe o nosso trabalho também nas redes sociais;

Siga a nossa página do Colidernews no Facebook.

Acompanhe nossas matérias no Grupo de WhatsApp.

Saiba tudo do nosso site na pagina oficial do Twitter.

Siga o Colidernews também no Instagram.

Faça parte do nosso grupo de notícias no Telegram.

Junte-se a nós também no Grupo do Colidernews no Signal.


Para finalizar a assembleia os mesmos relataram, que na manhã desta sexta, vão estar reunidos com os vereadores e o prefeito, para ouvir novamente qual é a proposta, que o mandatário tem para categoria, caso haja uma proposta que não se aproxime dos 33,25%, os mesmos continuaram em GREVE.      Dois vereadores estiveram presentes nesta assembleia, o  Ver. Rica Matos, e a Vereadora Joize Marques, que acompanhou a assembleia do inicio ao fim, e só lembrando, que dentro do legislativo, foi a primeira da casa de leis, abraçar a bandeira e lutar pela classe dos educadores da nossa cidade.

 

Entrevistamos o professor Adriano, o qual nos relatou que a classe está mais forte do que antes e não vão desistir da luta.



Previsão do Tempo - Colíder

°

Máxima: °
Mínima: °

Publicidades

Direitos Reservados |